Concurso da PRF

A Polícia Rodoviária Federal e a Procuradoria da República em São João de Meriti (RJ) informaram, em nota divulgada nesta quinta-feira, que o concurso para contratação de 340 policiais foi apenas suspenso devido à denúncia de fraude, mas que não foi cancelado. A prova objetiva estava prevista para o dia 9 de dezembro, mas, na sexta-feira anterior à prova, um suspeito foi flagrado tentando vender o gabarito da prova por R$ 40 mil. ( Confira a íntegra da nota )Segundo a nota, o edital e os locais das provas não sofrerão alteração, permanecendo sua aplicação nos estados das regiões Norte e Centro-Oeste e no Distrito Federal. Não serão abertas novas inscrições para o concurso, sendo válido o pagamento da taxa de inscrição já realizado, que será aproveitado para custear a continuação do concurso..

De acordo com os dois órgãos, todas as providências possíveis estão sendo tomadas para que o concurso seja retomado o mais brevemente possível e com total transparência e legalidade.

Para os candidatos que não puderem comparecer após a publicação de novo cronograma do concurso, com as datas de realização das novas provas, será assegurada a devolução administrativa da taxa de inscrição. Ainda de acordo com a nota, o Ministério Público Federal irá acompanhar o processo de ressarcimento dos prejuízos sofridos pelos candidatos em razão da não-realização da prova no dia 9 de dezembro.

No caso de, por qualquer circunstância, não possa ser retomado o concurso nos moldes que constam do edital, a PFR informou que novas instruções serão imediatamente divulgadas para consulta dos candidatos inscritos na seleção pública.

Outros concursosTambém por suspeita de fraude, a seccional São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP) suspendeu a primeira fase do Exame da Ordem que seria realizado também no dia 9 de dezembro.

O Tribunal de Justiça do Rio suspendeu as provas do concurso público para os cargos de técnico de atividade judiciária e analista judiciário, devido à suspeita de fraude no concurso para agente da Polícia Rodoviária Federal. A seleção pública de ambos os concursos está sendo feita pelo Núcleo de Computação Eletrônica (NCE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Rescisão de contratoEm entrevista ao portal G1, o coordenador de ensino da PRF, inspetor Neemias Carvalho, disse que o órgão decidiu rescindir o contrato com o Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (NCE/UFRJ), entidade contratada para realizar a seleção. Com a rescisão, a PRF irá convocar as empresas organizadoras que participaram da seleção que escolheu o NCE. Segundo Carvalho, serão convocados o Instituto Movens, Instituto Cetro, Cesgranrio e Cespe/UnB. A nova seleção levará em conta o menor preço e o melhor plano de segurança.

O Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no entanto, não confirma a rescisão do contrato. Segundo a assessoria de imprensa, o Núcleo foi informado apenas da intenção de se rescindir o documento, mas nada foi oficializado.

A organizadora do concurso diz ser necessário uma reunião com a PRF para que sejam discutidos judicialmente os pontos do contrato. De acordo com a assessoria do NCE, nenhuma reunião foi marcada até agora.

fonte G1

  • Acesse e comente o FÓRUM de discussões do Concurso , clique aqui.

Anúncios

Sobre escatambulo
Geminiano, Concurseiro, faço blogs para para divertir e ajudar as pessoas a realizar seus sonhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: