A Turista Do Violão

 A Agência de viagens Eros era especializada em grupos para a Europa.
Naquele mês de maio, apareceu no escritório a Isaura. Moça sedutora, graciosa, longos cabelos castanhos, olhos amendoados e feições delicadas.
Deveria ter, no máximo, 27 anos.
– Desejo uma viagem à Europa de aproximadamente dois meses. Não gostaria de ir só. Vocês têm algum grupo ainda este mês?
A voz de Isaura, suave e desinibida, possuía um especial encanto. Várias excursões estavam programadas para maio, junho, julho. Isaura recusou viajar com o Lions, com a associação do Banco do Brasil e com os médicos do Congresso de Pediatria. Finalmente Ricardo, dono da agência, lembrou:
– Paulo Alberto, meu primo, é diretor social do melhor clube de Uberaba. Está organizando uma viagem para a Europa, em junho, com um grupo de fazendeiros, cerca de 30 casais. O programa inclui 12 países, em 55 dias.
Isaura examinou o roteiro, solicitou um crediário e fez uma única pergunta:
– Existe algum inconveniente em levar meu violão? Saiba mais

O primeiro Viagra… ninguém esquece!

viagra_0Foi desastroso! Minha performance sexual tinha caído muito. Nem tanto pela idade, mas pelas dificuldades de relacionamento matrimonial somado a inúmeros problemas pelos quais eu passava. Na semana passada, resolvi comprar o tal do Viagra. Mas que vergonha de ir comprar o medicamento. Reconhecer publicamente que tava brochando. Vergonha…. Desgraça! Mas eu queria experimentar. Mas ninguém poderia saber.Ninguém. Mas como fazer com o farmacêutico? Alguém iria saber. No mínimo uma pessoa. No mínimo, não. Uma só pessoa. O farmacêutico. Afinal eu não fabrico o fármaco. Onde ir comprar? Será que em outra cidade, onde ninguém me conhecesse? Isso seria o ideal. Mas eu estava sem nenhuma viagem agendada. Teria que ser na minha cidade. Mas claro que numa farmácia em bairro que absolutamente ninguém me conhecesse. Por alguns dias fiquei imaginando uma farmácia “ideal”. Foi difícil imaginar. Enfim, descolei uma. Por sinal, Farmácia Ideal!
Restava agora escolher o perfil do vendedor.
Uma vendedora seria melhor. Não. Nem pensar. Eu não iria entregar os pontos confirmando que tava em baixa. Não. Um homem, então. Dedução lógica. Mas Saiba mais

A BUNDA DURA

Um delicioso artigo que recebi por email

ARNALDO JABOR: ‘A BUNDA DURA’

Tenho horror a mulher perfeitinha.
Sabe aquele tipo que faz escova toda manhã, tá sempre na moda e é tão sorridente que parece garota-propaganda de processo de clareamento dentário?
E, só pra piorar, tem a bunda dura?
Pois então, mulheres assim são um porre.
Sou louco?
Então tá, mas posso provar a minha tese.
Quer ver?

 
a) Escova toda manhã:
A fulana acorda as seis da matina pra deixar o cabelo parecido com o da Patrícia de Sabrit. Perde momentos imprescindíveis de rolamento na cama, encoxamento do namorado, pegação… pra encaixar-se no padrão. Quando não tem ‘Formol’ na cabeça.

 
b) Na moda:
Estilo pessoal pra ela, é o que aparece nos anúncios da Elle do mês. Você vê-la de shortinho, camiseta surrada e cabelo preso? JAMAIS!
O que indica uma coisa: Ela não vai querer ficar desarrumada nem enquanto estiver transando.

 
c) Sorriso incessante:
Tá fazendo treinamento pra Hebe?
Sou antipático com orgulho, só sorrio para quem provoca meu sorriso. Não gostou? Problema seu. Isso se chama autenticidade, meu caro.
Coisa que, pra perfeitinha, não existe. Aliás, ela nem sabe o que a palavra significa… Coitada.

 
d) Bunda dura:
As muito gostosas são muito chatas. Pra manter aquele corpão, comem alface e tomam isotônico (isso quando não enfiam o dedo na garganta pra se livrar das 2 calorias que ingeriram), e só falam em academia e ficar em forma. Tudo fala que engorda! Portanto não vão acompanhá-lo nos pasteizinhos nem na porção de bolinho de arroz do sabadão. Bebida dá barriga e ela tem H-O-R-R-O-R a qualquer carninha saindo da calça de cintura tão baixa que o cós acaba onde começa a pornografia: nada de tomar um bom vinho com você. Cerveja? Esquece!

 
Legal mesmo é mulher de verdade!!!
E daí se ela tem celulite?
O senso de humor compensa.
Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira. Principalmente as mais maduras.

Cuidado com os frascos, enganam bem. Quem aguenta nhem nhem nhem o tempo todo?
Pode até ser meio mal-educada às vezes, mas adora sexo.
Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução (e, às vezes, nem chegam a ser um problema).
Mas ainda não criaram um remédio pra futilidade.
E não se esqueça…

‘Mulher bonita demais e melancia grande, ninguém come sozinho! Acredite pois é a pura verdade!!!’

O Lápis

O menino olhava a avó escrevendo uma carta.A certa altura, perguntou:

- Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco?… E por acaso, é uma história sobre mim?

A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto.

- Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.

O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.

- Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!

- Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.

Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade.

Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.

Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça.

Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você.

Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca…

Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação.

Fonte: http://aderbalmachado.blogspot.com/

O Parto

Casamos novos. Ela com 19 e eu com 20 anos de idade.
Lua-de-mel, viagens, mobílias na casa alugada, prestações da casa própria e o primeiro bebê.
Anos oitenta e a moda era ter uma filmadora do Paraguai.

Sempre tinha um vizinho ou amigo contrabandista disposto a trazer aquela muambazinha por um preço módico.
Ela tinha vergonha, mas eu desejava eternizar aquele momento. Saiba mais

Motel

Mirtes não se agüentou e contou para a Renata:

- Viram teu marido entrando num motel.

A Renata abriu a boca e arregalou os olhos. Ficou assim, uma estátua de espanto, durante um minuto, um minuto e meio. Depois pediu detalhes.

- Quando? Onde? Com quem?
– Ontem. No Discretíssimu’s.
– Com quem? Com quem?
– Isso eu não sei.
– Mas como? Era alta? Magra? Loira? Puxava de uma perna?
– Não sei, Re.
– Carlos Alberto me paga. Ah, me paga.

Quando o Carlos Alberto chegou em casa a Renata anunciou que iria deixá-lo e contou por quê.

- Mas que história é essa, Renata? Você sabe quem era a mulher que estava comigo no motel. Era você!
– Pois é. Maldita hora em que eu aceitei ir.
– Discretíssimu’s! Toda a cidade ficou sabendo. Ainda bem que não me identificaram.
– Pois então?
– Pois então que eu tenho que deixar você. Não vê? É o que todas as minhas amigas esperam que eu faça. Não sou mulher de ser enganada pelo marido e não reagir.
– Mas você não foi enganada. Quem estava comigo era você!
– Mas elas não sabem disso!
– Eu não acredito, Renata! Você vai desmanchar nosso casamento por isso? Por uma convenção?
– Vou!

Mais tarde, quando a Renata estava saindo de casa, com as malas, o Carlos Alberto a interceptou. Estava sombrio:

- Acabo de receber um telefonema – disse. – Era o Dico.
– O que ele queria?
– Fez mil rodeios, mas acabou me contando. Disse que, como meu amigo, tinha que contar.
– O quê?
– Você foi vista saindo do motel Discretíssimu’s ontem, com um homem.
– O homem era você!
– Eu sei, mas eu não fui identificado.
– Você não disse que era você?
– O que? Para que os meus amigos pensem que eu vou a motel com a minha própria mulher?
– E então?
– Desculpe, Renata, mas…
– O quê???
– Vou ter que te dar uma surra…

(Luiz Fernando Veríssimo)

CONCLUSÃO:

DEVEMOS CUIDAR APENAS DA NOSSA SAÚDE, POIS DA NOSSA VIDA, TODO MUNDO CUIDA, INCLUINDO COLEGAS DE TRABALHO, VIZINHOS E AMIGOS. PARENTES ETC……….

Estratégias de manipulação

 

10 estratégias de manipulação por Noam Chomsky

Saiba mais

Exigências da vida moderna

Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro. E uma banana pelo potássio. E também uma laranja pela vitamina C. Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes. Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água. E uriná-los, o que consome o dobro do tempo. Saiba mais

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 28 outros seguidores