GRANDES MITOS, VERDADES E MENTIRAS SOBRE SEXO

Dizem que o ser humano, especialmente o homem, não pensa em outra coisa, para ser mais específico: a cada sete segundos. E ainda ssim existem mitos e mais mitos que cercam o assunto. Talvez porque ainda hoje existam pais que não conversem com os filhos sobre o assunto; ou porque tem vergonha ou ainda porque não sabem mesmo.

* Os amendoins podem levantar defunto.
Falso, a não ser que ponha-os na boca da Juliana Paes pelada ao seu lado na cama. Não existe nada que comprove o poder do amendoim e também de alguns outros viagras naturais cantados aos quatro ventos. Se bem que tem louco que se excita com com qualquer coisa.

* Os homens negros têm pênis maiores.
Verdadeiro, além de maiores são também mais grossos. Um estudo sobre o assunto revelou as seguintes estatísticas: os homens asiáticos têm os menores, com uma média de 10 a 13 cm, os caucasianos chegam até os 15 cm em média enquanto os pênis de homens negros podem chegar a medir 18 cm em média.

* Os homens são mais promíscuos que as mulheres.
Falso. Pode ser incômodo para algumas mulheres, mas um estudo publicado no The Journal of Sex Research feita pelo professor associado de psicologia na Universidade Estatal de Ohio do campus Mansfield, Terri Fisher, e pelo professor assistente de psicologia na Universidade do Maine, Michele Alexander, sugere que as mulheres podem ser tão ou mais promíscuas que os homens, mas não são tão honestas e abertas para falar sobre isso. Segundo muitas pesquisas, nos homens é mais comum que alterem dados como a idade nas quais tiveram sua primeira experiência sexual, ou dizer que têm mais relações que o habitual. Fisher diz: – “As mulheres, contrariamente, são mais sensíveis às expectativas sociais de seu comportamento sexual e fornecem dados inferiores a sua realidade, quando são questionadas a respeito de seu comportamento em algumas pesquisas”.

* Às mulheres não gostam de filem pornô.
Falso. Um estudo realizado em 2006 por pesquisadores da Universidade de Washington de Medicina em San Louis mediu a atividade de homens e mulheres ao ver como eles se comportavam vendo tanto imagens eróticas como não eróticas, e chegaram a conclusão de que as respostas das mulheres às imagens de casais parcialmente vestidos ou nus de maneira sedutora, eram similares a dos homens, demonstrando que às mulheres também gostam de pornografia.

* Beber suco de abacaxi pode melhorar o sabor do esperma…
Verdadeiro. Mas não há garantia. Enquanto o sêmen é considerado cientificamente neutro, já que tem um pH de 7.2 a 8.0 e em grande parte é composto de frutose, muitas mulheres queixam-se de que o sabor do sêmen é amargo e salgado. Isto se deve em grande parte ao que o homem come. O esperma é afetado pelo que se come, igual a todas as secreções do corpo. Muitas mulheres informaram que o esperma do homem tem melhor gosto quando eles consomem frutas que têm um alto conteúdo de açúcares naturais como o abacaxi, papaya, melão, maçã e uva, que compensam o sabor amargo.

* Você pode se tornar um viciado em paginas pornôs.
Verdadeiro. Mas o risco é muito baixo. O MensHealth.com informa que “só 1% de todas as pessoas que visitam sites pornô na internet se tornam viciados”, mas acrescenta que “38% cento dos viciados são casados”.

* Os homens pensam em sexo a cada sete segundos.
Falso. Segundo o Instituto Kinsey, 54% dos homens pensam em sexo todos os dias ou várias vezes ao dia, 43% várias vezes por mês ou por semana e 4% uma vez ao mês. O Instituto Kinsey também informa que 19% das mulheres pensam em sexo todos os dias ou várias vezes ao dia, 67% várias vezes ao mês ou várias vezes por semana e que 14% uma vez ao mês.

* Os homens chegam a seu ápice sexual aos 18 anos e as mulheres aos 28.
É verdadeiro, até certo ponto. Enquanto se fala de hormônios sexuais, a testosterona do homem atinge seu ponto máximo à idade de 18 anos e o estrogênio de uma mulher no fim dos 20. “Mas hormônios não significa necessariamente o ápice do desempenho sexual”.

* O sêmen é baixo em carboidratos.
Falso. Como dito anteriormente, o sêmen é em grande parte composto de frutose e enzimas, pelo que a idéia de levar a cabo uma dieta a base de sexo oral, com o objetivo de caber no biquíni no próximo verão, não é nada boa.

* A maioria dos orgasmos nas mulheres são durante o coito, somente.
Falso. Claro, o pênis é o suficiente eficiente para deixá-las loucas, mas segundo o Dr Elisabeth A. Lloyd, um filósofo da ciência e professor na Universidade de Indiana e autor do livro “O caso do Orgasmo Feminino: Sesgo na ciência da evolução,” só uma pequena percentagem das mulheres experimentam orgasmos “comumente” durante as relações sexuais. A estimulação do clitóris durante o coito aumenta enormemente a possibilidade do orgasmo, devido a que a única função do clitóris é induzir ao prazer sexual.

* Masturbação é doença e um pecado?
Falso. A masturbação é um comportamento absolutamente normal e pode estar presente em qualquer idade apesar de que as fantasias vinculadas ao ato em si são fontes de culpa universais. É muito importante que os pais possam permitir esse comportamento em seus filhos, oferecendo a privacidade necessária a eles, para evitar que suas próprias vergonhas afetem a sua vida sexual adulta. Da mesma forma é bom evitar a propagação de mentiras que dizem que quem se masturba fica louco, epiléptico, esquizofrênico e tornam-se “mãos peludas” no caso dos meninos ou ainda que, segundo algumas religiões, “está se jogando sangue puro fora” ou desperdiçando sêmen. É necessário e preponderante enfatizar que a masturbação é um ensaio essencial para a realização sexual de um adulto.

* O sexo é sujo.
Falso. Não há sujeira alguma nas secreções vaginais. Normalmente, o muco presente na vagina é responsável pela lubrificação para a atividade sexual não ser dolorosa e pela manutenção da flora vaginal saudável. Ele é produzido de forma similar à saliva da boca. Somente em condições de infecções podemos observar mal cheiro, sintomas de ardência e coceira na região. Para o sêmen a situação é a mesma. Este é composto por secreções que ajudam a lubrificação e o deslocamento dos espermatozóides. Em condições normais, não há infecções.

* Sexo é desgastante?
Falso. Algumas pessoas aprenderam que quanto mais se faz sexo, menos sexo vai sobrar para as relações futuras. Mas sexo não gasta não! O que ocorre é que há uma variação na freqüência de relações de acordo com a idade da pessoa. O hormônio responsável pelo desejo sexual é a testosterona que diminui um pouco em sua produção com o passar dos anos, além de o próprio corpo ficar mais fatigado com a idade. Então não deve existir preocupação com o numero de ejaculações ou orgasmos na juventude. Isso não vai privá-lo de sexo após os 40, com certeza.

* O homem sempre deve estar apto e pronto para o sexo?
Falso. Existe uma certa cobrança de que o homem deve estar sempre pronto para o sexo de que ele sempre deve “estar a fim” (no sentido de obrigação mesmo). A verdade é que isso também é um mito. O homem nem sempre está disponível para o sexo. Existe uma tendência conforme a idade e as características individuais de cada um. Normalmente o jovem tem maior disposição ao sexo. Na puberdade tem o período refratário curto, apresenta maior freqüência de atividade sexual. Já no homem mais velho, o período refratário aumenta, tal como a saciedade (satisfação sexual plena após atividade sexual). Cedo pela manhã há maior tendência de se ter ereções (o chamado “tesão de mijo”). Mas ao longo do dia, a vontade pode variar e até pode ser absolutamente normal um homem não apresentar desejo sexual algum.

CURIOSIDADES

1. Alongamento natural
A tribo Caramoja, do nordeste de Uganda, amarrava um peso na ponta do pênis para alongá-lo. Às vezes, o membro ficava tão comprido que o homem tinha que enrolá-lo para cima.

2. Testemunhar
Ante um juiz os romanos juravam dizer a verdade apertando-se suavemente os testículos com a mão direita, dizem que daí vem a palavra Testemunhar.

3. Ato solitário
Segundo o relatório Kinsey, tirando uma meia dúzia de homens que acabaram na emergência de hospitais por terem se animado um pouco além da conta com um aspirador de pó, as mulheres são mais criativas na prática do prazer solitário e se masturbam com mais frequência quando estão vivendo um relacionamento estável. As mulheres sabem se excitar melhor e 60% delas alegam que descobriram sozinhas, contra apenas 25% dos homens.

4. Ultrasom improvisado
As egípcias urinavam diariamente sobre diferentes grãos de cereais para saber se estavam grávidas e saber o sexo do bebê. Se não germinasse nenhum grão é porque não estava grávida.

5. Medidas inversamente proporcionais
De acordo com o Kinsey Institute, o maior pênis ereto mede 35,75 cm e o menor, 4,81 cm.

6. Atividade constante
Levando em consideração a assiduidade com que muitos casais fazem amor, um casal normal levaria quatro anos para experimentar todas as 529 posições descritas no Kama Sutra.

7. Atração bizarra
Muitos egípcios sentiam atração sexual pelos corpos mortos e por isso os familiares de uma mulher bela vigiavam o corpo até que apodrecesse para que não fosse violado.

8. Fogueira do preconceito
Na Espanha medieval, se uma mulher sofresse o aborto, o casal era queimado em uma fogueira.

9. Anel de castidade
Os romanos com medo de levar um par de guampas colocavam um piercing no prepúcio dos escravos para que não mantivessem relações com suas filhas, esposa ou outras escravas.

10. Técnica bizarra
Na roma antiga para distinguir as mulheres férteis das estéreis depositavam um dente de alho dentro do orgão genital até o amanhecer e se o cheiro do alho passasse para sua boca teria um filho e se não era estéril.

11. Carrasco sexual
Para não violar uma lei romana que impedia a execução das mulheres virgens Tibério ordenou que antes fossem violadas pelo carrasco.

12. Sem muita lógica
Uma tradição dizia que se uma mulher ficasse grávida durante a menstruação, seus filhos seriam ruivos.

Fonte:
Smokingpot

About these ads

Sobre escatambulo
Geminiano, Concurseiro, faço blogs para para divertir e ajudar as pessoas a realizar seus sonhos

5 Responses to GRANDES MITOS, VERDADES E MENTIRAS SOBRE SEXO

  1. Pingback: frutas » Blog Archive » GRANDES MITOS, VERDADES E MENTIRAS SOBRE SEXO

  2. Pingback: psicologia » Blog Archive » GRANDES MITOS, VERDADES E MENTIRAS SOBRE SEXO

  3. Pingback: medicina » Blog Archive » GRANDES MITOS, VERDADES E MENTIRAS SOBRE SEXO

  4. Pingback: Dietas Online » Blog Archive » GRANDES MITOS, VERDADES E MENTIRAS SOBRE SEXO

  5. cassiano disse:

    Boa tarde, obrigado pelo link
    Grande Abraço
    Cassiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 29 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: